Esse manual têm como objetivo auxiliar o cliente a incluir uma nova CFOP descrevendo a funcionalidade de cada campo ou flag.


Atenção: É necessário verificar com a contabilidade da empresa as informações que devem ser cadastradas na CFOP.


Incluir CFOP


 - Ir para/ Controladoria/ Fiscal/ Cadastro/ CFOP

 - Incluir CFOP

Na aba Geral temos os campos descritos abaixo:


 - Descrição: Informar a descrição da operação que será realizada (Exemplo: Venda de Mercadoria);

 - Natureza da operação: Informar o número da CFOP (Exemplo: 5.102);

 - OBS: Informar as observações que devem ser geradas automaticamente na NF-e ao utilizar esta CFOP;

 - Não Gera Escrituração Fiscal: Caso este flag esteja marcado, as NF-e's que forem geradas com esta CFOP não serão informadas nos Livros Fiscais;

 - Retorno de Oficina: Quando a CFOP for de retorno de oficina informar neste campo se a matéria-prima está retornando ou se foi consumida do processo de produção;

 - Explicação: Informar neste campo a explicação de quando se utilizará esta CFOP;

 - Crédito CIAP: Marcar esta opção quando a CFOP cadastrada seja referente a Crédito de Ativo Imobilizado;

 - Nota Cupom: Marcar esta opção quando a CFOP fo ser utilizada na emissão de NF-e referente a venda já realizada em cupom fiscal;

 - Transferência de Saldo Credor: Utilizar esta opção quando a CFOP seja utilizada para a transferência de crédito de ICMS;

 - CFOP de transferência: Informar neste campo a CFOP a ser utilizada caso seja realizada uma operação de transferência;

 - CFOP correspondência Interestadual: Informar neste campo a CFOP a ser utilizada caso seja uma operação Interestadual.

 - Não Valida Operações Interestaduais: Marcar este flag em operações com clientes de outra UF do qual será necessário utilizar a CFOP de dentro do Estado (Exemplo: Venda para Estrangeiro).


Na aba modificadores fiscais é cadastrado o tipo de empresa do cliente/fornecedor referente a cada operação, se o mesmo é contribuinte ou não contribuinte e a tributação do ICMS que será utilizada na operação para aquele tipo de empresa.

OBS: As informações que não forem informadas nesta tabela, serão trazidas do perfil de impostos de cada produto.

No exemplo acima foi informado para o sistema de que:

 - se o cliente for consumidor final, não contribuinte do ICMS, então, deve ser utilizada a CST 00 - Tributado Integralmente, caso minha filial seja RPA. Caso minha filial seja do Simples Nacional será utilizado o CST 102 - Tributado pelo SN, sem permissão ao crédito.

 - se o cliente estiver cadastrado como Empresa Normal, e seja contribuinte do ICMS, então, deve ser utilizada a CST 20 - com Redução na Base de cálculo do ICMS e reduzir a base de ICMS em 61,11%, caso minha filial seja RPA. Caso minha filial seja do Simples Nacional será utilizado o CST 101- tributado pelo SN com permissão ao crédito.


Abaixo destacamos a informação que deve ser cadastrada em cada campo:

 - Tipo Empresa: Cadastrar o tipo de empresa dos clientes/fornecedores que serão utilizados em operações com esta CFOP;

 - % Redução da Taxa de ICMS-ST: informar a porcentagem de redução que deve ter na venda com ICMS-ST para esta operação;

 - Redução na Base de ICMS: Informar a porcentagem que deve ser reduzida da base de icms na operação;

 - Origem da Mercadoria: Informar a origem da mercadoria que deve ser informada na emissão da NF-e;

 - Modif. Sit. Trib. ICMS (RPA): Informar a CST que deve ser utilizada nesta operação quando minha filial for RPA;

 Modif. Sit. Trib. ICMS (Simples Nacional): Informar a CST que deve ser utilizada nesta operação quando minha filial for do Simples Nacional;

 - IPI não incide no ICMS: marcar este flag nas operações aonde o IPI que será destacado na NF-e não possa somar na base de ICMS.

 - Contribuinte: Marcar a opção Contribuinte,Não Contribuinte, ou ainda, Não Modifica (caso possa ter o tipo de cliente/fornecedor com as duas opções), conforme o cadastro do cliente/fornecedor que será utilizado nesta operação.


Na aba impostos, temos mais alguns campos, que serão descritos junto com suas funções abaixo:


 - ICMS de entrada no Estado (Devolução): Marcar este flag em CFOP de Devolução da qual irá informar a alíquota do Estado de Destino;

 - Não credita/ Não debita ICMS: Marcando este flag, independente da Situação Tributária que estiver sendo realizada, o sistema irá zerar o valor de ICMS;

 - Forçar a alíquota de ICMS: Caso seja informado uma alíquota neste campo, o sistema irá ignorar a alíquota que está sendo utilizada e forçará a utilização da alíquota informada neste campo;

 - ICMS - Operações sem crédito do Imposto (Outras): Marcar este flag quando o valor de base de cálculo de ICMS tenha que ser gerado em 3 - Outras nos Livros Fiscais;

 - Partilha ICMS: Informar se a operação deve calcular ou não os valores de partilha de ICMS;

 - Gera Diferencial de Alíquota de Saída para cliente: Utilizar este flag quando a venda tenha Antecipação Tributária;

 - Forçar cálculo da Lei da Transparência Fiscal: Caso este flag seja marcado o sistema irá gerar o cálculo da Lei da Transparência para todas as vendas que utilizem esta CFOP (por padrão é gerado o cálculo apenas nas vendas para consumidor final);

 - CST de IPI: Selecionar o CST de IPI que deve ser utilizado na operação;

 - Enquadramento de IPI:  Selecionar o código de enquadramento do IPI que será utilizado;

 - Não credita IPI: Marcar o flag quando na entrada tiver o cálculo de IPI, porém, não for ter o crédito do imposto;

 - IPI - Operações sem crédito do Imposto (Outras): Marcar este flag quando o valor de base de cálculo de IPI tenha que ser gerado em 3 - Outras nos Livros Fiscais;

 - No campo Regime ICMSST temos as seguintes opções:

 - Em branco: Para quando a CFOP não for com Substituição tributária;

 - Normal: Para venda com substituição tributária dentro do Estado;

 - Especial: Para situações especificas das quais a alíquota de ST será informada na CFOP;

 - Interestadual (Destino): Para vendas com substituição tributária para fora do Estado;

 - Interestadual (Origem): Para compras com substituição tributária;

 - Taxa ICMSST: caso o cliente cadastre uma taxa neste campo, o sistema irá forçar esta taxa no cálculo de ST, desconsiderando o valor cadastrado na taxa de substituição tributária do produto (recomendamos que este campo não seja utilizado);

 - IPI Incide no ICMSST: Este flag faz com que o valor de IPI seja considerado no cálculo de ICMS-ST (recomendamos que este flag sempre esteja marcado);

 - Utiliza IVA Ajustado: Caso este flag seja marcado o sistema irá buscar a taxa de ICMS-ST cadastrada no campo "Taxa de Substituição tributária Ajustada" no cadastro do produto;

 - Recolhe ICMSST Antecipado: Opção utilizado na entrada de mercadorias com antecipação tributária;

 - Gera titulo a receber com o valor da Substituição Tributária separado: Gera um titulo em separado do valor da venda, apenas com o valor de ST gerado na NF-e;

 - CST PIS: Selecionar a CST que deve ser utilizada na operação com esta CFOP;

 - CST COFINS: Selecionar a CST que deve ser utilizada na operação com esta CFOP;

 - Natureza da base de cálculo: Informar a natureza da operação, para fins de crédito PIS e COFINS;

 - Zona Franca/ Aréa de Livre Comércio: Marcar este flag em operações de venda para Zona Franca de Manaus.


Após realizar o cadastro completo, clique em "Efetivar" e a CFOP estará disponível para utilização.