Dar inicio ao recebimento de conhecimento de transporte eletrônico (CT-e). Esse recebimento é simples,

pois nao envolve pedido de compra e diversos produtos. O único produto utilizado será o serviço que foi vinculado

nas configurações gerais do sistema.


Acesso


 Logística / Expedição e Recebimento / Recebimento de Embarque de Compra (Automático)


Parâmetros


 Ter serviço e Condições de Pagamento configurados nos parâmetros gerais.


Acesse: Utilitários/Administrador/Configurações Gerais/Entrada Nota Fiscal Eletrônica, na guia CT-e.



Configuração de Evento do Conhecimento de Frete


Acesse: Vendas/Compras

Na guia Fiscal, clicar na Tabela de CFOPs Padrao. Observe nessa configuração que o Tipo de Produto é

Serviço. A CFOP Estadual para operações de dentro do estado e CFOP Interestadual para operações fora do estado. 


Utilizando a barra de rolagem para a direita será visto a CFOP Estadual Origem que é a cfop contida no XML. Desse

modo, no momento da importação do XML será analisado a CFOP Interestadual com a CFOp Estadual.



Clicar OK e em seguida, Salvar. 


Operação


Já temos um XML processado, vamos analisa-lo antes de realizarmos o recebimento.


1. Acesse o segunte diretório no servidor: C:\wts\download_enfe\Processados. Observe o diretório

processado.




2. A seguir, faremos a consulta desse XML processado dentro do sistema.Acesse:

Logística/Recebimento/Recebimento de Embarque de Compra(Automático).


3. Clicamos em Procurar, veja o recebimento realizado. Selecione e em seguida “Excluir Recebimento de

Embarque de Compra”.



4. E Salvar para exclusão.


5. Recortamos o arquivo do XML processado do diretório Processados e o colamos no diretório download_nfe.


6. Na tela de consulta de Recebimento de Embarque de Compra, clicamos no link Outras Funções e depois

Verificar e-mail.



7. Clicar em Procurar.



8. O sistema exibirá o recebimento cujo o mesmo já está autorizado pela Sefaz e Validado pelo Usuário. Essas

configurações foram realizadas nos parâmetros gerais, conforme já visto nos cursos anteriores. Clique duas

veze sobre a movimentação para analisar o recebimento.


o Tipo Documento: Programa identifica automaticamente um CT-e ou uma NF-e;


o Num Recebimento: Número gerado automaticamente no sistema Millennium;


o Filial: Identificada automaticamente pelo CNPJ do destinatário que consta no XML;


o Fornecedor: Identificado automaticamente pelo CNPJ do Emitente;


o Data: Informação constante no XML e que será levada para o Livro fiscal posteriormente;


o Nota Fiscal: Informação constante no XML e que será levada para o Livro fiscal posteriormente;


o Valor Total da Nota: Informação constante no XML e que será levada para o Livro fiscal posteriormente;


o Situação SEFAZ: Situação de momento deste XML na SEFAZ, caso o XML não esteja autorizado não será

permitido faturar.

Status



o Autorizado SEFAZ: Último status consultado do XML no SEFAZ;


o Cancelado SEFAZ: Último status consultado do XML no SEFAZ;


o Validado Usuário: Programa marca automaticamente se todas as pendências foram solucionadas. Para

validar basta efetivar e se os campos mínimos necessários estiverem de acordo, o programa

automaticamente marca o campo validado usuário;


o Faturado: Campo marcado automaticamente quando o recebimento já gerou uma movimentação.

Dados XML


Todos os campos deste grupo são dados do XML não tratados, apenas para informação do usuário.



o Emissão Nota Fiscal;


o Chave;


o Nome Emitente;


o CNPJ Emitente;


o Nome Destinatário;


o CNPJ Destinatário


Configurações



o Evento: O programa identifica automaticamente de acordo com o parâmetro, mas permite informar

manualmente qual evento será utilizado para faturar este XML;


o Condição de Pagamento: O programa identifica automaticamente de acordo com o parâmetro, mas permite

informar manualmente qual condição de pagamento será utilizada para faturar este XML;


o Conta: Condição de Pagamento: O programa identifica automaticamente de acordo com o parâmetro, mas

permite informar manualmente qual condição de pagamento será utilizada para faturar este XML.


Documentos Originários


Este campo é muito utilizado para os casos de recebimento de CT-e, pois dentro destes arquivos a transportadora

informa qual nota da empresa que está sendo cobrada neste conhecimento.



o A Empresa tomadora do serviço de frete emite uma NF-e de venda;


o A transportadora executa o serviço fazendo a entrega desta nota fiscal;


o A transportadora emite o CT-e cobrando o serviço prestado;


o Dentro deste CT-e consta o número da Nota fiscal de venda transportada.


Se o campo “Já transportada?” estiver marcado, significa que a transportadora está cobrando mais de uma vez a

mesma nota fiscal. Como é a primeira vez que esse XML será importado o campo está em branco.


Guia Itens 


Neste grupo de informações o programa apresenta os dados relacionados aos produtos do XML. Todos os

campos que estão descritos com (XML), são informações constantes no XML, os outros campos são informações do

Millennium que o programa conseguiu vincular automaticamente, caso haja algum campo sem a informação

vinculada, o programa não permitirá validar o XML, não permitindo assim faturar.



1. No caso de CT-e não há muito que vincular, pois não existe pedido de compra, o serviço é único, então o

processo é mais simples, para recebimento de NF-e o relacionamento destes campos é fundamental. Salve

as informações e verifique se a coluna, “Validado Usuário” foi marcada;


2. Lembrando que na coluna Log pode ser consultado o erro do processo.


Validação e Saída


Recebimento de CT- e realizado.